Histórias

Terra Natal - A Infância - Diversões

14/12/2019

Na comunidade rural em que morava , distante da cidade , sem energia elétrica na casa , e consequentemente sem geladeira , sem televisor , apenas com um rádio a pilha, as brincadeiras e as atividades físicas eram intensas. 

 Divertíamos de jogar bolinha de gude , rodar peões , os quais tinham um período certo no ano para a brincadeira . Quando tinha a bola de capotão ,a queimada era jogada na quadra demarcada aleatoriamente com um pedaço de galho de árvore seco, em terra de chão batido. Participavam da jogada todos aqueles que quisessem, inclusive as meninas , não havia um número definido de participantes.

Com a mesma bola de capotão ( recordo que a bola tinha uma numeração: - quatro) , jogávamos futebol, num campinho de terra  sem dimensão ,cheia de irregularidades , em alguns pontos com capim crescidos. O gol era identificada com pedras , não existia traves e travessões. Na brincadeira jogava quem queria jogar,na maioria das vezes eram mais de onze meninos de cada lado, algumas meninas ficavam na torcida. 

Pega pega , outra brincadeira quase que diária , era uma correria por todo o canto pelo pátio enorme da escola , imagina uma escola da comunidade duma fazenda, não havia muro nem cercado, até gado se encontrava na proximidade. Correria era tanta que as camisas ficavam ensopadas de suor.

Época em que ,as crianças andavam e brincavam descalços. Ah! que saudades!! Passa na mente a memória dos tempos de infância. 

 

Curtiu? 0 0
Compartilhe:
Autor(a):

H

Hissao Saito

Comentários(0)

Nenhum comentário até o momento.
Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário

Preencha o formulário abaixo e clique em enviar comentário.
Os campos com * são obrigatórios

Nome:*
E-mail (Não será exibido):
Website:
Comentário:*