Histórias

Injustiça

15/05/2020

Conta a estória .... Um lenhador que às seis horas da manhã , já estava cortando a lenha no matagal , assim passando o dia todo, só parava tarde da

noite.

O lenhador tinha um filho , lindo , de pouca idade, e uma raposa , sua amiga de confiança.

Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho.

Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.

Os vizinhos o alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem, e por tanto , não era confiável.

Quando ela sentisse fome comeria a criança.

O lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem

A raposa era sua amiga e jamais faria isso.

E os vizinhos insistiam:

'Lenhador abra os olhos! A raposa vai comer o seu filho.'

Um dia chegando em casa muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários viu a raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente. ensanguentada.

Suando frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa.

Ao entrar no quarto desesperado, encontrou seu filho no berço dormindo tranquilamente e ao lado do berço uma cobra morta...

O lenhador enterrou o machado e a raposa juntos...

 

Raramente , o primeiro olhar, de uma situação, de um fato , não significa a verdade, a realidade.

Transcrito de:   'Estórias ao entardecer... '

Curtiu? 1 0
Compartilhe:
Autor(a):

H

Hissao Saito

Comentários(0)

Nenhum comentário até o momento.
Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário

Preencha o formulário abaixo e clique em enviar comentário.
Os campos com * são obrigatórios

Nome:*
E-mail (Não será exibido):
Website:
Comentário:*